Home Finanças & Planejamento
Finanças e Planejamento | SUAS CONTAS BANCÁRIAS E FINANCEIRAS ESTÃO SEGURAS NO MUNDO CIBERNÉTICO?


Todos nós ouvimos histórias de terror de hackers invadindo uma conta bancária de um amigo ou família para roubar suas economias. Ainda acho incrível como esses bandidos, rápidos, furtivos e com precisão cirúrgica, podem virar a sua vida de cabeça para baixo. É a mesma história: e-mails, celulares, laptops e dispositivos pessoais, todos hackeados. Isso afeta e viola todos nós de uma forma íntima e potencialmente desastrosa.

Com a pandemia do COVID-19, aumentou-se a utilização dos serviços bancários on-line, acessados de dispositivos móveis como tablet e celular, para compras feitas no varejo e transações digitais. O FBI relatou recentemente um aumento de mais de 50 por cento do “mobile banking” – compras pelo celular – desde o início de 2020, dentro do que, provavelmente, aumentará drasticamente o número de consumidores que baixam inadvertidamente aplicativos bancários falsos e vírus de Trojan bancários baseados em aplicativos projetados para tomar posse de todas as suas informações pessoais.

Essas ameaças que enfrentamos não são novas, mas um novo cenário e grau de criminalidade têm surgido. Os cibercriminosos aumentaram suas técnicas e agora estão perseguindo o gigantesco fluxo de dinheiro de cheques de estímulo do governo e empréstimos do Programa de Proteção ao Cheque de Pagamento (PPP) que cidadãos e pequenas empresas receberam do governo federal para ajudar durante a crise do coronavírus. Então, a pergunta que não quer calar é: “O que devo fazer agora?”

Felizmente, existem maneiras fáceis de se usar para evitar ou reduzir bastante o roubo cibernético e não ficarmos frustrados. De acordo com as diretrizes da Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos, aqui estão algumas das melhores maneiras de manter suas informações pessoais seguras on-line:

• Esteja alerta para falsificadores - Não forneça informações pessoais pelo telefone, pelos correios ou pela internet, a menos que você tenha iniciado o contato ou saiba com quem está lidando. Se uma empresa que afirma ter uma conta com você enviar um e-mail solicitando informações pessoais, não clique nos links do e-mail.

• Descarte suas informações pessoais com segurança - Antes de descartar dispositivos eletrônicos (tablets, celulares, e-mails), livre-se de todas as informações pessoais que eles armazenam. Use um programa utilitário de limpeza para substituir todo o disco rígido do seu aparelho. Remova a agenda telefônica, listas de chamadas feitas e recebidas, correios de voz, mensagens enviadas e recebidas, pastas do organizador, histórico de pesquisa na web e fotos.

• Proteja o seu número de seguro social security - Mantenha o controle de seu número de seguro social e faça perguntas antes de decidir compartilhá-lo com qualquer pessoa, seja presencialmente ou por telefone. Pergunte se você pode usar um tipo diferente de identificação. Se alguém pedir para você compartilhar seu SSN ou o de seu filho, pergunte-se:

1. Por que eles precisam disso?

2. Como será usado?

3. Como eles irão protegê-lo?

4. O que acontece se você não compartilhar o número?


Além das diretrizes federais sugeridas, a seguir passamos outras maneiras simples de ajudar a se proteger contra hackers financeiros:

1. Criptografe seus dados sempre que possível;

2. Mantenha a privacidade das suas senhas e altere-as com frequência;

3. Use “frases-senhas” em vez de “senhas”;

4. Não compartilhe demais suas informações pessoais em sites de redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn, WhatsApp etc.);

5. Use software de segurança – um excelente investimento e pode custar mais barato do que tentar corrigir uma senha roubada;

6. Evite e-mails de phishing – sempre verifique a validade do endereço do remetente;

7. Seja sábio quando usar o wi-fi público – a maioria dessas redes não são privadas. Proteja o wi-fi de sua casa e/ou empresa;

8. Desligue o computador – deixá-lo ligado, conectado à internet, abre a porta para ataques maliciosos;

9. Use um firewall sempre que possível, no trabalho ou em casa;

10. Desative o compartilhamento de arquivos e mídia quando não estiver em uso;

11. Verifique e reconfigure regularmente as configurações de privacidade do Sistema de seu aparelho ou equipamento;

12. Sempre faça backup de seus dispositivos caso seja hackeado;

13. Desative o upload automático.


Um estudo da Escola de Engenharia da Universidade de Maryland descobriu que hackers financeiros tentam atacar computadores com acesso à internet a cada 39 segundos, em média. Essa estatística sozinha deve fazer uma pessoa parar e pensar como ele pode estar vulnerável neste exato minuto.

Hackers de contas financeiras sempre estão melhorando suas técnicas de ataque e, consequentemente, você também precisa melhorar as suas para se proteger. Ninguém quer estar em posição de desastre financeiro pessoal e, tomando algumas medidas fáceis, você pode evitar o comprometimento de sua segurança financeira.



Richard Moore
Consultor Financeiro Founder & CEO of Great Oak Financial

 
« StartPrev12345678910NextEnd »

Page 1 of 12

Translate

Portuguese English Spanish