Home Fitness
Fitness | Estudo revela que açúcar causa dependência similar à da cocaína
Wednesday, 13 November 2019 00:00


Quando tentamos nos enganar com a desculpa do “eu mereço” para atacar mais uma fatia de bolo ou chocolate, isso tem uma explicação: vício em açúcar.

Pessoas viciadas em açúcar deveriam ser tratadas da mesma maneira que dependentes de drogas, revela estudo realizado por cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália. Segundo a pesquisa desses estudiosos, os efeitos do açúcar no cérebro são parecidos com o mecanismo responsável pelo vício em cocaína. Publicado pelo periódico “PLUS One”, o trabalho mostra que o consumo excessivo de açúcar eleva os níveis de dopamina no organismo de forma similar ao que acontece com a cocaína.

A dopamina é uma substância neurotransmissora que atua, entre outras coisas, no controle da sensação de prazer. Ou seja, quando o cérebro libera dopamina, o indivíduo se sente bem. “O consumo prolongado do açúcar causa o efeito contrário na produção de dopamina, fazendo o corpo produzir menos da substância. Isto leva a pessoa a comer mais”, diz a neurocientista Selena Bartlett, da Universidade de Queensland. Com isto, a pessoa sente necessidade de consumir ainda mais açúcar, para alcançar os níveis anteriores de dopamina e evitar estados de depressão. O mesmo ocorre com dependentes de cocaína. “Também descobrimos que, além de um risco maior de sobrepeso, animais que mantém consumo alto de açúcar e comem compulsivamente na fase adulta enfrentam consequências neurológicas e psiquiátricas, afetando o humor e a motivação”, diz a neurocientista.

Diferentes estudos já mostraram que quando ingerimos doces, o açúcar entra no sistema sanguíneo, elevando os níveis de glicose e estimulando o pâncreas a produzir e liberar um hormônio chamado insulina, que converte a glicose em energia e em estoques de gordura. Mas além de cáries e obesidade, os doces também são ligados a outras doenças sérias, como depressão do sistema imunológico, diabetes e alterações de humor.

Pesquisadores das universidades de Princeton e Minnesota, nos Estados Unidos, realizaram testes com camundongos que mostraram que o vício em açúcar leva à compulsão e à síndrome de abstinência. Em humanos, imagens cerebrais mostraram que em pacientes “normais”, ao verem a imagem de um sorvete, geraram a mesma sensação prazerosa no cérebro que imagens de um cachimbo de crack para um viciado. No cérebro, há a liberação dos opioides e há estudos que mostram que a compulsão açucarada produz no órgão o mesmo efeito químico da heroína e da morfina e o corpo “aprende” a pedir mais e mais açúcar para conseguir o efeito prazeroso que ele produz no organismo. Para provar esta teoria, os cientistas deram remédios que bloqueavam os receptores de opioides no cérebro e os voluntários que participavam da pesquisa sentiram muito menos vontade e interesse em consumir doces.

Infelizmente, o açúcar está presente na maioria dos aliamos que consumimos diariamente, como ketchup, sucos, refrigerantes, pães, cereais etc. O açúcar não acrescenta nada ao nosso organismo a não ser energia momentânea, pois não tem fibras, minerais ou antioxidantes.

Ana Camargo, coach do Programa Você Fit 21 Dias, nos diz que eliminar o açúcar da dieta é quase impossível e requer muita disciplina, mas sugere algumas dicas para reduzir sua ingestão, tais como:

1 - Evitar alimentos industrializados, especialmente com farinha branca. Se você não estiver na sua casa, você não irá comer, principalmente no momento de “abstinência”;

2 - Beber mais água, porque o cérebro confunde desidratação com fome;

3 - Ingerir mais proteínas e fibras, que garantem saciedade por mais tempo e ajudam a resistir à vontade de comer um docinho;

4 - Abrir mão pelo menos da sobremesa por três semanas, para readaptar o paladar e diminuir a compulsão;

5 - Resistir ao impulso de “beliscar” e estabelecer uma rotina com horários para as refeições;

6 - Se planejar! Faça um cardápio da semana, deixe lanchinhos saudáveis já separados. Se possível, faça marmitas para os próximos dias. Com isso, a chance de “errar” será menor.



Por Ana Camargo
Fitness Coach
Programa: Você Fit 21 Dias

Last Updated on Wednesday, 13 November 2019 21:59
 
« StartPrev123456NextEnd »

Page 1 of 6

Translate

Portuguese English Spanish